Primeira Azure Function usando VSCode

Elemar Júnior

Azure Functions é a alternativa da Microsoft para a criação de aplicações serverless. É uma solução elegante para orquestrar serviços através de triggers bindings, escrevendo código apenas para as especificidades do negócio. Requisições HTTP é apenas um dos tipos de evento que podem acionar a execução de uma Azure Function.

No desenvolvimento, Azure Functions são agrupadas em Function Apps. Cada App contem um conjunto de ajustes e definições que se aplicam a todas as functions nela contidas.

Preparando o VSCode para desenvolvimento de Azure Functions

Podemos desenvolver Azure Functions diretamente no portal do Azure. Entretanto, o mais comum é que utilizemos o Visual Studio ou o VSCode.

O VSCode é uma alternativa eficiente para todos que desejam uma experiência de codificação superior. Com as extensões certas, é provável que você não “sinta falta” do Vistual Studio. Aliás, usando o VSCode você consegue uma experiência uniforme independente do sistema operacional (o VSCode funciona em Windows, Linux e MacOS)

Você não precisa ter uma conta no Azure para desenvolver e depurar, localmente, Azure Functions usando o VSCode. Entretanto, precisará instalar a extensão Azure Functions e o runtime apropriado (poderá fazer isso, no Windows, usando npm).

Você encontra instruções detalhadas para a instalação e configuração da extensão Azure Functions e do runtime na página de documentação da extensão.

Criando a primeira Azure Function

No VSCode, com a extensão Azure Functions devidamente instalada, podemos iniciar a criação de uma Function App clicando no ícone Azure na barra lateral esquerda e, então, clicando na opção Create New Project...

 

Em seguida, basta fornecer algumas informações relativas ao projeto que estamos criando.

  1. Pasta onde o código fonte deverá ser salvo – certifique-se de usar uma pasta vazia (ou crie uma) para armazenar seu código fonte.
  2. Linguagem de programação – nesse exemplo, utilizaremos C#. Entretanto, poderíamos utilizar, também, Javascript, Typescript, Python e Java.
  3. Trigger – que tipo de evento irá acionar a Function. Nesse exemplo, utilizaremos HttpTrigger entretanto, recomendamos que você explore as demais possibilidades.
  4. Nome da Function – lembrando que uma mesma App poderá conter múltiplas functions.
  5. Namespace
  6. Segurança – controle de acesso para execução da function. Nesse exemplo, para fins de simplicidade, utilizaremos Anonymous.

Analisando o código gerado a partir do Template

Após responder as questões do VSCode, um projeto é gerado com um exemplo de function implementada.

using System;
using System.IO;
using System.Threading.Tasks;
using Microsoft.AspNetCore.Mvc;
using Microsoft.Azure.WebJobs;
using Microsoft.Azure.WebJobs.Extensions.Http;
using Microsoft.AspNetCore.Http;
using Microsoft.Extensions.Logging;
using Newtonsoft.Json;

namespace Eximia.Functions
{
    public static class SayHello
    {
        [FunctionName("SayHello")]
        public static async Task<IActionResult> Run(
            [HttpTrigger(AuthorizationLevel.Anonymous, "get", "post", Route = null)] HttpRequest req,
            ILogger log)
        {
            log.LogInformation("C# HTTP trigger function processed a request.");

            string name = req.Query["name"];

            string requestBody = await new StreamReader(req.Body).ReadToEndAsync();
            dynamic data = JsonConvert.DeserializeObject(requestBody);
            name = name ?? data?.name;

            return name != null
                ? (ActionResult)new OkObjectResult($"Hello, {name}")
                : new BadRequestObjectResult("Please pass a name on the query string or in the request body");
        }
    }
}

Como pode inferir, pelo código, essa função espera um parâmetro, name, que poderá ser fornecido tanto na URL quanto no corpo de uma mensagem post.

Executando Azure Function

A extensãoAzure Functions, ao instanciar um projeto, já faz toda a configuração necessária para poder depurar o projeto. No VSCode, basta iniciar a depuração para que as dependências necessárias sejam baixadas.

Por padrão, o serviço ficará disponível, em localhost, a partir da porta 7071. A execução da função definida automaticamente no template pode ser acionada em http://localhost:7071/api/SayHello?name=John%20Doe, onde “John Doe” é o valor que estamos passando por parâmetro para a função.

Concluindo

A Microsoft tem se esforçado para tornar o desenvolvimento com Azure Functions fácil e com barreiras baixas. Prova disso é que podemos escrever e testar código, usando apenas ferramentas gratuitas, sem, nem mesmo, ter uma conta no Azure. Também podemos criar functions usando a linguagem que considerarmos mais adequada.

Você já escreveu sua Azure Function hoje?

Em resumo

O Problema
Não é mais possível ignorar as oportunidades decorrentes de desenvolver aplicações utilizando arquiteturas Serverless.
O Insight
Podemos desenvolver soluções Serverless usando tecnologia Microsoft sem fazer investimento em ferramentas, aprender outras linguagens ou, mesmo, criar um perfil no portal do Azure.
Os benefícios
O tempo para desenvolver e colocar em produção uma Azure Function é muito baixo. Além disso, os custos são, também desprezíveis. Além disso, o paradigma Serverless tangibiliza as vantagens de arquiteturas Event-driven

Compartilhe este insight:

Comentários

Participe deixando seu comentário sobre este artigo a seguir:

Subscribe
Notify of
guest
0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments

AUTOR

Elemar Júnior
Fundador e CEO da EximiaCo atua como tech trusted advisor ajudando empresas e profissionais a gerar mais resultados através da tecnologia.

NOVOS HORIZONTES PARA O SEU NEGÓCIO

Nosso time está preparado para superar junto com você grandes desafios tecnológicos.

Entre em contato e vamos juntos utilizar a tecnologia do jeito certo para gerar mais resultados.

Insights EximiaCo

Confira os conteúdos de negócios e tecnologia desenvolvidos pelos nossos consultores:

Arquitetura de Dados

Insights de um DBA na análise de um plano de execução

Especialista em performance de Bancos de Dados de larga escala
Arquitetura de Software

Estratégias para modernização do legado

Desenvolvedor .NET/NodeJs e especialista em Kafka com experiência em startups e grandes empresas
Infraestrutura e Nuvem

Migração para a nuvem, mais do que mudança tecnológica, implica em mudança da cultura organizacional

Engenheiro de nuvem, arquiteto de software e especialista em Containers e Devops

Acesse nossos canais

Simplificamos, potencializamos e aceleramos resultados usando a tecnologia do jeito certo

EximiaCo 2022 – Todos os direitos reservados

0
Queremos saber a sua opinião, deixe seu comentáriox
()
x

Primeira Azure Function usando VSCode

Para se candidatar nesta turma aberta, preencha o formulário a seguir:

Condição especial de pré-venda: R$ 14.000,00 - contratando a mentoria até até 31/01/2023 e R$ 15.000,00 - contratando a mentoria a partir de 01/02/2023, em até 12x com taxas.

Tenho interesse nessa capacitação

Para solicitar mais informações sobre essa capacitação para a sua empresa, preencha o formulário a seguir:

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

O seu insight foi excluído com sucesso!

O seu insight foi excluído e não está mais disponível.

O seu insight foi salvo com sucesso!

Ele está na fila de espera, aguardando ser revisado para ter sua publicação programada.

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

Tenho interesse nessa solução

Se você está procurando este tipo de solução para o seu negócio, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

Tenho interesse neste serviço

Se você está procurando este tipo de solução para o seu negócio, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

× Precisa de ajuda?