Quando descobri que poderia “viver” trabalhando com computadores

Elemar Júnior

Se me apaixonei por programação de computadores, em um CP 500, programando em BASIC, foi com DBase III Plus que percebi que poderia “viver de computadores”. Afinal, foi quando aprendi a “gravar” dados de forma aparentemente útil para empresas.

DBase III Plus era distribuído em dois disquetes de 5” 1/4, cada um com 1,2 MB de capacidade.  No primeiro, estava o programa que suportava o modo interativo, onde criávamos bancos de dados e formulários. No segundo, estava o modo programado, onde podíamos escrever programas em linguagem que, mais tarde, serviu como referência para Clipper.

Sempre que quiséssemos mudar do modo interativo para o modo programado ou vice-versa, o programa pedia o disquete apropriado. Afinal, a quantidade de memória RAM disponível era raramente maior que 640 KB!

Uma das primeiras motivações para fragmentação de um sistema em componentes foi, exatamente, a necessidade de utilizar mais de um disquete para conseguir poder armazenar e rodar um programa.

Escrevíamos programas para telas em modo texto, com 80 colunas e 25 linhas.

set bell off
close databases
do while .t.

   clear
   store space(80) to DBFname,outfile
   
   @ 2,1 say "Enter database file name: " get DBFname picture "@!S40"
   @ 3,1 say "Output file name:         " GET OutFile PICTURE "@!S40"
   read
   
   if DBFname=space(80)
      exit
   endif
   store trim(DBFname) to DBFname
   
   if .not. file("&DBFname")
      @ 4,0
      wait " No such database! Press any key ...."
      loop
   else
      use &DbfName
   endif

   ** do the work
   
enddo

A preocupação com espaço ocupado era tão grande, que podíamos “abreviar” comandos informando apenas quatro caracteres. Assim, APPEND BLANK podia ser digitado como APPE BLAN.

O nome das variáveis era limitado a 10 caracteres, sendo que os excedentes eram simplesmente ignorados.

Minha maior frustração com DBase III Plus era precisar dele para rodar meus programas. Isso mudou quando descobri o livro laranja e o livro verde de Clipper Summer 87, do Antônio Geraldo da Rocha Vidal, que explicava, passo-a-passo, como montar um sistema completo de mala direta.

Você programou com DBase III Plus?

Compartilhe este insight:

Comentários

Participe deixando seu comentário sobre este artigo a seguir:

Subscribe
Notify of
guest
5 Comentários
Oldest
Newest Most Voted
Inline Feedbacks
View all comments
Rodrigo
Rodrigo
3 anos atrás

Olá Elemar! Recordações do fundo do baú!! Hehe … Tudo começou escrevendo código Basic impresso de um livro. Eu e meu amigo Aldrey passamos uma tarde inteira copiando páginas do livro para no final tocar uma música. Aí entrei em um curso técnico, aprendendo Civil (primeiro no papel quadriculado) e depois Clipper! Como gostava do Clipper! Sistema de Locadora com mouse e CLBC! Aprendi com meu professor Ailton, que depois virou meu chefe, quando fui trabalhar em sua empresa, logo após terminar o curso técnico! Lindas recordações!!

Obrigado por este post que resgatou tais lembranças!

Abraço!

Rodrigo
Rodrigo
3 anos atrás

Errata! Não é Civil, mas sim Cobol!!

Roger Gailland
Roger Gailland
3 anos atrás

Sim! Só que eu comecei no dBase II do MSX. E FoxPro também. Eu achava demais a ideia de ter dados estruturados e que podiam ser recuperados facilmente. Quando veio o Clipper Summer 87 então e a possibilidade de distribuir meu próprio .EXE ai foi demais. E UX na época já era importante: telas em modo texto com janelas feitas com aqueles caracteres ASCII pras bordas e sombreados, rs. Foram muitos sistemas de controle de estoque, de nota fiscal, biblioteca… Bons tempos. A segunda “onda” pra mim foi com Delphi, mas aí é assunto pra outro post né? Abr e parabéns pelos artigos sempre muito interessantes.

Marcelo Neves
Marcelo Neves
1 ano atrás

Bons tempos realmente, Dbase, Supercalc, Wordstar, etc, o Dbase evoluiu para o Clipper, o Clipper foi evoluindo e terminou em 1997…e em 1999 apareceu o Harbour para recompilar o código fonte legado e 2 anos depois apareceu a MiniGUI, possibilitando criar os tão sonhados sistemas “for Windows”, claro que o Harbour também trouxe a possibilidade de usar bancos de dados SQL, 32bits, 64bits, etc, até hoje programo em xBase, crio novas aplicações e faço conversões, também vendo pelo Mercado Livre um Pacote com vários sistemas (todos com código fonte) usando ACBr, NFC-e, MySQL, DBF+CDX, etc, o link é :
https://produto.mercadolivre.com.br/MLB-1691696702-pacote-xbase-2021-acbr-lib-nfce-mysql-harbour-minigui-_JM#reco_item_pos=0&reco_backend=machinalis-homes-pdp-boos&reco_backend_type=function&reco_client=home_navigation-recommendations&reco_id=124a8e3d-8707-4c92-9dd8-aae7cadb40e0&c_id=/home/navigation-recommendations/element&c_element_order=1&c_uid=e630e3d1-35be-4a22-ba94-fd8c41f2f12b
Contato : (41)98898-2866

Gatão Velho
Gatão Velho
1 ano atrás

Rapaz,tudo começou com um professor doente da cabeça,que dava aula de programação pra um curso de TI ,que nem se chamava de TI na época,mas de técnico em informática,na provincia onde eu moro.Bicho,isso foi em 1995,havia um sistema em preto e branco,rodando no DOS,chamado Dbase III Plus,nossa,ele era Plus…bom…eu vi essa linha de codigo que voce criou me deu saudade,da linguagem de programação,e não do professor,que era um velho babaca,meio debochado,que falava mal de alunos pelas costas,e demitiram ele porque ele numa madrugada,invadiu o cpd pra jogar joguinho,era um sujeito pirado e irresponsável,a Policia foi ao local pra prendê-lo,ele deu sorte que o dono do curso o liberou,e liberou pro olho da rua,bem feito.
Depois soube do Clipper,mas eu era muito ingenuo,e desprovido de conhecimento em informática pra rodá lo,já que graças a esse professor de M…eu desisti do curso…não tinha internet,youtube,tutoriais,essa moleza que tem hoje…
eu Tenho uma frustração muito grande,que os Sistemas feitos em Terminal,modo Texto,como os que rodavam no DOS,eram ágeis,usavam pouca memória do PC,e processavam altíssimos volumes de dados,não são aceitos hoje,Eu Fiquei tão assim,que eu decidi estudar linguagem C por Conta Própria,e montar um sistema parecido com o que eu via de Automação comercial de Carros no Terminal do Linux,hoje sou usuário de Linux,ainda interessado em programação,se eu vou conseguir só Deus sabe.Hoje em dia pretendo recriar minha obra inacabada em Python,ou em qualquer outra linguagem modernete que pintar.Mas tenho saudade da simpllicidade e da velocidade e a compatibilidade quase universal de programas em modo texto,que rodavam na famigerada tela preta de terminal.
Enfim,Minha história,não é as de felicidade igual a de outros caras aqui,ah..eu programei em clipper,eu fui pro mercado de trabalho,me dei bem,eu não…não foi assim,eu até me afastei de programação de computadores por um tempo,eu espero que esse professor Caloni,queime no mármore do inferno,abraços.

AUTOR

Elemar Júnior
Fundador e CEO da EximiaCo atua como tech trusted advisor ajudando empresas e profissionais a gerar mais resultados através da tecnologia.

NOVOS HORIZONTES PARA O SEU NEGÓCIO

Nosso time está preparado para superar junto com você grandes desafios tecnológicos.

Entre em contato e vamos juntos utilizar a tecnologia do jeito certo para gerar mais resultados.

Insights EximiaCo

Confira os conteúdos de negócios e tecnologia desenvolvidos pelos nossos consultores:

Arquitetura de Dados

Insights de um DBA na análise de um plano de execução

Especialista em performance de Bancos de Dados de larga escala
Arquitetura de Software

Estratégias para modernização do legado

Desenvolvedor .NET/NodeJs e especialista em Kafka com experiência em startups e grandes empresas
Infraestrutura e Nuvem

Migração para a nuvem, mais do que mudança tecnológica, implica em mudança da cultura organizacional

Engenheiro de nuvem, arquiteto de software e especialista em Containers e Devops

Acesse nossos canais

Simplificamos, potencializamos e aceleramos resultados usando a tecnologia do jeito certo

EximiaCo 2022 – Todos os direitos reservados

5
0
Queremos saber a sua opinião, deixe seu comentáriox
()
x

Quando descobri que poderia “viver” trabalhando com computadores

Para se candidatar nesta turma aberta, preencha o formulário a seguir:

Condição especial de pré-venda: R$ 14.000,00 - contratando a mentoria até até 31/01/2023 e R$ 15.000,00 - contratando a mentoria a partir de 01/02/2023, em até 12x com taxas.

Tenho interesse nessa capacitação

Para solicitar mais informações sobre essa capacitação para a sua empresa, preencha o formulário a seguir:

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

O seu insight foi excluído com sucesso!

O seu insight foi excluído e não está mais disponível.

O seu insight foi salvo com sucesso!

Ele está na fila de espera, aguardando ser revisado para ter sua publicação programada.

Tenho interesse em conversar

Se você está querendo gerar resultados através da tecnologia, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

Tenho interesse nessa solução

Se você está procurando este tipo de solução para o seu negócio, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

Tenho interesse neste serviço

Se você está procurando este tipo de solução para o seu negócio, preencha este formulário que um de nossos consultores entrará em contato com você:

× Precisa de ajuda?